Adolescente de 16 anos invade sistema da Apple

Um adolescente australiano de 16 anos invadiu o sistema da Apple e roubou 90GB de ficheiros privados.

Foi o que noticiou o jornal australiano The Age, isso aconteceu em múltiplas ocasiões, no período de um ano o jovem conseguiu se infiltrar nos sistemas da Apple e roubar as chaves de acesso que eram altamente seguras.

O advogado de defesa do invasor declarou que o adolescente estudante ficou conhecido na comunidade internacional de hackers, e que falar sobre detalhes do caso poderia colocar a segurança do mesmo em risco.

O nome do adolescente não pode ser divulgado devido à sua idade, e ele se declarou culpado pelas acusações perante à um tribunal de menores na Austrália, sua sentença não será divulgada até o dia 20 de Setembro.

Tudo o que se sabe sobre o caso em questão, é que o jovem aproveitou o uso de VPNs é de outras ferramentas para evitar ser identificado, porém não conseguiu escapar.

Após tomar conhecimento da falha de segurança, a Apple bloqueou o acesso e entrou em contato com o FBI, que encaminhou o caso para a Polícia Federal Australiana.

Na casa do jovem adolescente foram encontrados em um computador arquivos e instruções em uma pasta renomeada “hacky hack hack”.

Foram confiscadas dois computadores da Apple com os números de série compatíveis aos do dispositivo pelo qual o jovem invadiu o sistema, a polícia também confiscou um Smartphone e um disco rígido.

A polícia não sabe ao certo que tipo de dados o adolescente roubou, ainda mais pelo fato de que foi preciso um ano para detectar as atividades ilícitas do jovem.

Apesar disso, de acordo com a agência Reuters, a Apple garantiu que a invasão não comprometeu quaisquer informações pessoais identificável dos seus usuários.

“Queremos garantir aos nossos usuários que durante o incidente, as suas informações não foram comprometidas”, afirmou um porta-voz da empresa.

Eu particularmente acho que a polícia deveria investigar a pasta “hacky hack hack”, para saber se a mesma foi criada diretamente do computador ou se foi baixada ou recebida.

Saber se a pasta foi criada pelo adolescente baixada ou recebida é importante, pois não se sabe também se o adolescente é o único culpado ou ele apenas recebeu as coordenadas.

 

Fonte

Anterior «
Próximo »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X