CategoriaPersonalização


Agora você pode rodar Windows XP em um iPhone 7 [Vídeo]


Se você se acha um Deus do modding por instalar LineageOS (ex-CyanogenMod) em seu smartphone Android, então ainda tem muito o que aprender. Pode começar, por exemplo, tentando rodar Windows XP em um iPhone 7 e… sem jailbreak! Se você curte esse tipo de coisa, poucas coisas serão mais satisfatórias ou inúteis. Afinal, quem precisa de um smartphone moderno que faz de tudo quando se pode ter um sistema operacional desktop da década pessada?

É claro que não se trata de uma instalação normal de sistema operacional. Você não pode simplesmente trocar o iOS pelo Windows XP ou OS X. Porém, com um emulador como o iBox, que pode ser instalado através do Xcode sem a necessidade de jailbreak, é possível rodar o Windows XP dentro de uma máquina virtual.

Como você pode ver no vídeo abaixo, o Windows XP não roda tão bem apesar do chip A10 Fusion e 2GB de RAM do iPhone 7. Isso acontece porque o sistema operacional está rodando dentro de um emulador, o que afeta diretamente a performance. O simples fato disso ser possível já é uma bela demonstração do poder atual dos smartphones.

O processo para conseguir rodar o Windows XP no iPhone não é muito simples, e algum conhecimento em C++ é recomendado. Contudo, se você já está acostumado a carregar aplicativos pelo Xcode, pode conferir o projeto e testar sua sorte. Todos os arquivos estão disponível no Github.


LineageOS já está disponível para download; confira modelos suportados


Os fãs do CyanogenMod ficaram abalados com a notícia do fim da ROM que milhões de usuários utilizavam diariamente em seus smartphones. Porém, as coisas não foram tão negativas como podiam ser. A equipe por trás do CyanogenMod criou o LienageOS, que é basicamente a mesma coisa só que fora dos servidores da Cyanogen Inc. e com outro nome.

A nova ROM já está disponível para download em sua página oficial e suporta diversos aparelhos, incluindo alguns bem populares no Brasil, como o Moto G4, Moto G4 Plus, Nexus 5X, LG G3, etc. Basta acessar a página de downloads e conferir se seu smartphone já está na lista.

O sistema operacional base é o Android 7.1 para as versões 14.1 do LineageOS, como era com o CyanogenMod). Há duas versões disponíveis para as ROMs: Experimental e Nightly.

A Nightly é a versão que já víamos com o CyanogenMod. Ou seja, não é a estável, que ainda será lançada. Já a Experimental é uma versão para quem já tem o CM instalado e não quer reinstalar os aplicativos. Porém, ela pode não funcionar. Se este for o caso, o usuário precisará zerar seu smartphone e instalar a versão Nightly.

A equipe por trás do projeto prometeu o lançamento de compilações Release Candidate semanalmente, sendo aparelhos suportados aqueles que possuem oficialmente o Android Marshmallow e/ou Android Nougat.


Baixe o firmware do Android 7.0 Nougat para Galaxy S7 e S7 edge


Os usuários do Galaxy S7 e S7 Edge assistem com antecipação a novela do Android Nougat. A atualização chegou a ser iniciada, mas em forma de testes, chegando apenas à alguns usuários. Também ocorreram problemas, que acabaram atrasando a liberação.

Como de costume, os brasileiros precisam esperar mais que os europeus e americanos para receber a atualização direto da empresa. Ontem a Samsung começou a liberar a atualização OTA para países onde o programa Beta está disponível oficialmente, que não é o caso do Brasil.

Mas quem não aguenta mais esperar já pode baixar o firmware do Android 7.0 Nougat para o Galaxy S7 (SM-G930F) e Galaxy S7 Edge (SM-G935F) e instalar pela ferramenta ODIN ou pelo Samsung Smart Switch através do computador. Estes são os modelos comercializados no Brasil.

O firmware disponibilizado, e que pode ser baixado pelos servidores do SamMobile, está disponível em duas opções: uma do Reino Unido e a outra da República Checa.

Baixar firmware do Android 7.0 Nougat para Galaxy S7 e S7 Edge

Baixar firmware do Android 7.0 para Galaxy S7 (SM-G930F)

Baixar firmware do Android 7.0 para Galaxy S7 Edge (SM-G935F)


Moto X 2014 recebe Android 7.1 Nougat via CM 14.1 oficial


Conforme os aparelhos ficam mais antigos, também acabam abandonados pelas fabricantes, e ficam deixados de lado das principais atualizações de sistema operacional.

Por isso, não é de se espantar que nossos artigos sobre modding sejam os mais populares do site. Os felizardos com a novidade de hoje são os donos de um Moto X 2014, que graças ao CyanogenMod, podem ter o Android 7.1 Nougat em seus smartphones.

A build Nightly do CyanogenMod 14.1 para Moto X 2014 já está disponível para download. O arquivo zip pesa 380,3MB. O arquivo de Recovery também está disponível. O CM 14.1 é baseado no Android 7.1 Nougat.

Até o momento, havia apenas uma versão não oficial do CyanogenMod 14.1 para Moto X 2014. Agora, com o suporte oficial, provavelmente veremos melhorias e correções de bugs mais frequentes.

Porém, mesmo sendo uma build oficial, o CM 14.1 para Moto X 2014 ainda está em sua versão Nightly, uma espécie de beta. Ou seja, é provável que sejam encontrados bugs, não sendo recomendado para usuários sem experiência.

Além do Moto X 2014 (codinome Victaria no banco de aparelhos do CyanogenMod), diversos outros aparelhos também receberam uma build do CM 14.1, como:

Outros aparelhos receberam a versão oficial do CyanogenMod 13:

Ficou interessado? Então você pode tirar proveito desses nossos dois tutoriais:

Como fazer root no Motorola Moto X2 – 2ª (geração)

Vídeo: Como desbloquear o bootloader de qualquer smartphone Motorola


Cyanogen diminui o número de funcionários após poucas fabricantes aderirem ao Android alternativo.


Cyanogen está tendo um pouco de trabalho em vender sua versão alternativa do Android para as fabricantes de smartphones, e por este motivo está fazendo cortes em membros da equipe para segurar as pontas.

A primeira fonte de notícia que veio a notificar isso foi o Android Police, onde informantes da empresa diz que pessoas estão sendo chamadas para reuniões às vezes em grupos para serem informados que terão de “deixar-los ir”.

Cyanogen levantou um número grande de investimento para seu projeto e é até então a melhor alternativa que alguns usuários têm para retirar o sistema que vem no aparelho para ter o Android mais próximo do Android puro. Mas mesmo com a popularidade com os usuários avançados que decidem modificar seus aparelhos, a Cyanogen não anda conseguindo convencer fabricantes de smartphones à aderirem o sistema alternativo criado por ela que exclui como obrigatoriedade os serviços (aplicativos) da Google como o YouTube, Gmail e até a Google Play Store. O mercado onde a empresa conseguiu algum lucro em venda do seu sistema alterativo é apenas com a OnePlus e a Micromax na Índia.

Mesmo com o auxílio e suporte da Microsoft, Cyanogen parece que ficou em um beco sem saída e não viu opção a não ser demitir alguns de seus funcionários. Vários executivos da empresa foram reportados saindo da empresa, como o chefe de produto Dave Herman.

Esperamos que isso não seja algo que faça com que a empresa feche suas ideias de oferecer o sistema alternativo em outros aparelhos. O Oneplus 3 que é um dos melhores aparelhos Android atualmente mostra o quanto o sistema da Cyanogen é util no mercado, pois além de fluido, o custo dele parece ser menor que o sistema da Google, o que a auxilia no baixo custo do dispositivo.

Via: Recode.net | Fonte: Android Police


Tutorial Android: Tutorial para novos e futuros usuários da plataforma


[dropcap]G[/dropcap]uia sobre sistemas operacionais não é comum de se encontrar na internet, tão pouco um que ajude a entender como o sistema operacional Android funciona, porque ele funciona desta forma, porque eu deveria sair do meu sistema operacional e testar o Android e quais os lados ruins e bons da plataforma. Então faremos exatamente isso aqui neste artigo de forma resumida e simples de entender até para quem não tem muito tato sobre os sistemas.

Primeiro vamos desmistificar os mitos.
O mito mais comum de se ouvir é que o sistema operacional Android é bugado e lento, inclusive até hoje usuários de outras plataformas ainda tendem a usar isso como base de argumento. Então se você acha, concorda ou está com medo de se aventurar no Android por causa disso, são alegações falsas.
O Android já foi bugado? Sim ele já foi. Ele já foi lento? Também já foi. Mas assim também foi o caso até do IOS nos seus primeiros aparelhos. IOS hoje é uma das plataformas mais fluídas de se usar e isso não apenas comparando as plataformas de smartphones. Porém, Android não está ficando por trás, inclusive consegue competir de igual para igual com o IOS nos quesitos que os dois tem em comum ainda hoje.

Mito: Android é super bugado e só trava

Android melhorou bastante nos ultimo anos

Porque os usuários Android brigam entre si se é a mesma plataforma?an-angry-mob
Até um certo momento, Windows Phone fazia colaboração com outras fabricantes de outras plataformas, como a Samsung e HTC, que já criaram aparelhos para a plataforma Windows Phone em um passado não tão distante. Mas isso foi acabando conforme a plataforma foi perdendo vendas e mercado. A Apple não deixa outras fabricantes criarem aparelhos por outras fabricantes com seu sistema operacional e por isso todo aparelho com IOS sempre será feito pela Apple. Diferente das duas plataforma, o Android tem várias e várias fabricantes para que o usuário tenha uma escolha melhor em design, interface, potência e custo. Quando você ouvir que o Android é muito “desfragmentado” eles se referem exatamente a isso. Para cada fabricante ela tem vários aparelhos de diferentes custos, modelos e designs para a escolha do usuário. Isso ajuda o usuário a escolher melhor o aparelho que melhor se adapta as suas necessidades. Mas então se isso é uma coisa boa, porque os usuários Android chegam a puxar no cabelo do outro em discussões pela internet? É o mesmo motivo do qual existem discussões sobre qual sistema operacional é melhor, qual carro é melhor, qual computador é melhor e etc. As pessoas normalmente criam discussões pela internet apenas para dizer que o que ela tem é melhor do que o que a outra pessoa tem. Sendo assim, ela tenta sempre que pode persuadir a pessoa que está em dúvida de escolher o que ela usa também. Isso fica ainda pior quando se tem uma diversidade grande de opções como no Android.

Tem algum lado negativo na diversificação do Android?
Sim e é facilmente visto, especialmente quando é comparado com uma plataforma que é exatamente o contrário do Android, o IOS. Quando se está na escolha de um Android você é posto com uma simples pergunta: “Qual aparelho Android é melhor pra mim?” e muitas vezes você terá várias opções mesmo tentando escolher naquilo que você dá como prioridade, além disso, você sempre sai perdendo alguma coisa escolhendo entre um ou outro, pois nenhum aparelho de nenhuma plataforma é perfeito. Um pequeno exemplo seria escolher um aparelho com uma boa câmera, boa bateria, e uma interface simples. Você seria apresentado com vários aparelhos e na escolha de um aparelho com boa bateria poderia perder câmera e uma interface simples em comparação ao outro ou perder outra coisa escolhendo o outro. Quando se compara ao IOS você tem 1 aparelho de uma fabricante e no máximo 3 aparelhos para escolher que basicamente oferece a mesma coisa que o outro, dificilmente alterando muita coisa. No caso do Windows Phone não ter essas guerras é porque hoje todos ou a grande maioria dos aparelhos são feitos por uma empresa apenas, mesmo que haja aparelhos de custos diferentes, todos são da mesma fabricante.

De onde vem esses lags e bugs que são mostrados diariamente em grupos, páginas de tecnologia, youtubers, entre outros sobre os smartphones que mostram uma certa lentidão?
Primeiro que lento nenhum dos três sistemas operacionais mais vendidos no mercado hoje tem mais. E a lentidão no sistema pode ser causada por fatores de custo, inexistente no IOS que não tem aparelhos de baixo custo. Por exemplo, no Android na data de hoje a versão mais comum do sistema ainda é o lollipop 5.0+ e pode ser encontrado em aparelhos custando de 500 reais como o Moto E da Motorola ou o Redmi da Xiaomi, até os mais caros de 2000+ como o Motomaxx da Motorola ao Note 3 da Samsung. A performance do aparelho irá variar conforme custo. O aparelho mais barato dificilmente irá dar a você uma performance comparável ao aparelho do mesmo ano da Apple que sempre terá um preço bem mais elevado que os aparelhos de entrada do Android. Isso funciona como uma faca de duas pontas, o Android sempre irá conseguir vender para uma massa maior de usuários por causa do valor mais acessível, mas não terá uma performance sempre na melhor possível em comparação à aparelhos bem mais caros.

E quando um aparelho Android se mostra mais rápido que o outro? As vezes até mais caro que o outro e mesmo assim não é tão rápido quanto?


Esse tipo de pergunta normalmente é a faísca das fogueiras nas discussões em qualquer grupo, comunidade ou comentários por usuários em vídeos no YouTube que fala sobre o Android. Então vamos lá, já viu aqueles vídeos que compara um aparelho mais caro de uma marca no Android contra um aparelho mais barato e o mais barato consegue ser mais rápido em executar a mesma função? Isso se dá ao simples fato de peso, normalmente o aparelho que mais faz precisa de um tempo maior para executar a mesma função. Se visualize em uma corrida onde o objetivo é levar o maior número de pedras até o outro lado de uma ponte. Imaginando que os dois tem a mesma força e massa corporal, quem mais levar vai demorar mais para chegar, porém será mais eficiente. O mesmo é o caso do Android. O motivo no qual alguns aparelhos são mais rápidos que outros para executar alguma função normalmente está ligada ao quanto o aparelho que é menos rápido irá te oferecer. As diferenças entre aparelhos da mesma linha normalmente é de até 2 segundos de diferença que para alguns, é melhor esperar 2 segundos e ter mais com o que trabalhar do que ganhar 2 segundos e ter menos. Vai depender do que você tem como prioridade.

Eu preciso fazer o tal de Root no Android?
Obrigatoriamente não, mas o root pode ser um requerimento dependendo do que você tem interesse em fazer nele. O root é uma espécie de chave de segurança que te deixa melhor modificar o sistema do seu aparelho. O root pode causar na perda de sua garantia de software, então caso você precise da garantia por ter feito alguma com o root, a fabricante pode te cobrar por isso. Porém, dá para usar o aparelho perfeitamente sem a necessidade de Root.

Vírus é um problema que eu deva me preocupar no Android?android-virus1-640x400
Sim e não ao mesmo tempo. Vírus em si no Android é impossível ter, e isso vai ficando mais e mais impossível a cada atualização que se passa do Android. Primeiro vamos explicar por que não existe Vírus para Android.
Vírus são seres que se multiplicam no sistema sem o conhecimento do usuário, causando assim lentidão à programas instalados sem autorização prévia do usuário e mal funcionamento do sistema. Tal coisa não existe no Android porque qualquer aplicativo que quer ser instalado no aparelho precisa ser autorizado pelo usuário. Para isso, sua propagação no sistema é também apenas permitida pelo usuário e na atual versão do Android 6.0+, todo aplicativo precisa pedir permissão para poder acessar ou modificar qualquer coisa em seu aparelho.
Então se não existe Vírus, por que sim e não? Deve-se preocupar com outra coisa que normalmente os usuários chamam de vírus, O malware. Como falamos acima, para qualquer aplicativo ser instalado em seu aparelho ele precisa de permissão de você para fazer isso, mas existe uma forma de burlar isso, e é via uma “ponte”. Essa “ponte” que falamos são aplicativos como lojas piratas que às vezes precisam de root para ter acesso direto ao aparelho sem ter que pedir permissão. Isso viabiliza ela a instalar qualquer aplicativo em seu aparelho sem você saber e até bloquear você de excluir eles. Como nas lojas podem existir aplicativos modificados, além da loja, você ainda terá de preocupar com os aplicativos que você escolhe instalar dela. Se você decidir baixar aplicativos na internet fora da loja oficial Google ou Amazon, você também tem o perigo de pegar malware que irá não só prejudicar a performance do seu aparelho, assim como poderá causar transtornos ao usuário. Isso pode se agravar ainda mais se tiver root, pois ele pode também conseguir burlar as permissões e roubar informações do aparelho.
Para ficar seguro, a melhor coisa a se fazer é usar sempre aplicativos da loja oficial da Google ou da Amazon. Se aventurar nos aplicativos “de graça” que são pagos na loja oficial pode custar caro a você, assim como desmotiva o crescimento e aprimoramento da plataforma.


 

20140715_121238*Bônus
Android é uma plataforma diversificada em si mesmo, como? No Android temos os Aparelhos Shield da Nvidia feitos propriamente para jogos. Nvidia Shield são aparelhos com a maior potência na plataforma Android e são difíceis de achar aqui no Brasil para vender por não ser comercializado aqui. Tais aparelhos tem jogos exclusivos na Play Store para tomar melhor uso de sua potência e caso o usuário tenha dificuldade em saber quais jogos são exclusivos à ele com o Nvidia Shield na Google Play, existe também o TegraZone (específicos para os aparelhos com chips da Nvidia).