Tag Archives google


Google explica oficialmente rumor sobre o fim do Android


Publicamos na segunda-feira (12) algumas sugestões que estavam circulando na internet sobre um suposto plano do Google de “matar” o Android após a versão Nougat.

Muitos especialistas acreditavam que este seria o caso para dar espaço ao Project Andromeda, uma “fusão” entre o Chrome OS e Android. Assim como vemos no Windows 10, isso possibilitaria o desenvolvimento aplicativos universais.

Como os rumores se intensificaram nos últimos dias, o próprio Hiroshi Lockheimer, vice-presidente da divisão Android do Google, colocou um fim nos boatos.

Em entrevista ao “All About Android”, Hiroshi explicou que os dois sistemas operacionais estão indo bem o suficiente sozinhos, sem a necessidade de se pensar em uma fusão entre eles. O vídeo com a participação completa de Hiroshi pode ser assistindo abaixo.

O objetivo do Google é fazer as duas plataformas se beneficiarem mutuamente. É o caso dos aplicativos da Play Store disponíveis para Chromebooks e o sistema de atualização do Chrome OS chegando ao Nougat.

Isso tudo não quer dizer que o Project Andromeda não exista. Será que é algum plano totalmente diferente do Google?


Qualquer um pode criar apps com a nova ferramenta do Google


Chamado App Maker, a nova ferramenta do Google permite que qualquer pessoa crie aplicativos sem necessariamente saber programar.

Assim como outras ferramentas do tipo, o App Maker permite que o usuário arraste e solte elementos como mapas interativos, textos e diversos outros elementos para dentro do aplicativo.

O foco da ferramenta é para negócios que precisam criar ferramentas internas para lidar com coisas básicas sem a necessidade de contratar um desenvolvedor. Ou seja, você não poderá criar um jogo ou um aplicativo completo pelo App Maker.

Google App Maker

A ferramenta traz diversas funções que facilitam a vida dos desenvolvedores, incluindo integração pronta com aplicativos como Maps, Contatos, Drive, Calendário e outros. Também oferece acesso simplificado para APIs do Google e de terceiros.

O App Maker está disponível para participantes do programa Early Adopter da G Suite.

Assim como o PowerApps, solução similar da Microsoft, a promessa do App Maker é facilitar a vida de quem precisa de uma solução em forma de App mas não quer ou pode se preocupar com os detalhes mais técnicos por trás de tudo.

Ele também serve para desenvolvedores profissionais, pois se o cliente precisa de algo simples, o desenvolvedor pode utilizar o App Maker para criar a solução de forma mais rápida e barata.


Vídeo mostra nova versão da Play Store com visual e navegação reformulados


Diversos usuários estão relatando terem recebido uma nova versão do aplicativo da Play Store hoje (30/11). O Google ainda não se pronunciou oficialmente sobre a atualização, então não sabemos se a atualização é gradativa, se é apenas para regiões específicas ou se é apenas uma versão teste.

Um desses usuários fez um curto vídeo mostrando o novo visual do aplicativo, que como podemos ver abaixo, traz grandes mudanças. Contudo, a principal novidade parece ser o sistema de “cards flutuantes”, algo já presente em alguns aplicativos que o utilizam para melhor navegação entre itens.

O responsável pelo vídeo, Rony Mishchuk, parece ser capaz de navegar entre as páginas de aplicativos na loja apenas deslizando o dedo de um lado para outro. Ainda de acordo com relatos de usuários no Google+, a página inicial da Play Store continua a mesma.

Como já afirmamos, não sabemos exatamente do que essa atualização se trata. Possivelmente o Google está apenas verificando como a nova Play Store se sai no mundo real, sem necessariamente ser lançada algum dia. Por outro lado, pode ser que em alguns dias todos já tenham a novidade. Deveremos saber mais em breve.


Você poderá lançar magias do Harry Potter com seu smartphone Android


Parece brincadeira e realmente é uma brincadeira divertida. A Google anunciou via seu Blog que estará fazendo parceria com o filme “Fantastic Beasts and Where to Find Them”, baseado em Harry Potter de J.K Rowlings para adicionar um pouco de magia para seus fãs.Harry Potter

A brincadeira é bem simples, mas também é divertida. Após abrir o “OK Google” e depois falar a palavra “Lumos” (boa sorte tentando falar essa palavra de uma forma que o Google Now entenda), a lanterna do seu aparelho irá ligar; “Nox” irá desligá-la. Você poderá também dizer “OK google” e depois “Silêncio” para desligar a vibração e notificações do aparelho.

A função já está ativa e testamos ela. Ou seja, não precisa de nenhuma atualização, basta abrir o “OK Google” e fazer.

A quem não é fã dos livros ou filmes de “Harry Potter”, o feitiço “Lumos” transforma a varinha mágica do usuário em uma lanterna, enquanto o “Silêncio” basicamente silencia a pessoa.

A Google está inserindo outras funções inspiradas no filme “Fantastic Beasts” em outros de seus produtos. No Google Street View os usuários poderão navegar pela cidade de Nova York inspirada pelo filme no ano de 1920.

Um pacote de adesivos virá para seu novo aplicativo de mensagens, o Allo da Google, e neste mês de novembro você poderá usar o Daydream View da loja de VR da Google usando um óculos de realidade aumentada para explorar o mundo de um dos personagens do filme.

FantasticBeasts_DaydreamDemo.gif

O filme chega aos cinemas dia 18 de novembro e é bacana eles conseguirem uma parceira tão grande quanto a Google para ajudar eles em suas propagandas.

Via: Business Insider | Fonte: Google Blog


Google lança a versão final para desenvolvedores do Android Nougat 7.0


A Google hoje lançou sua quinta e última atualização da prévia do sistema Nougat ( ou Android 7.0 ) que está previsto para ser lançado no final de setembro.

De acordo com a empresa, esta prévia inclui a última versão do emulador do Android N para fazer testes finais de aplicativos, a versão final dos API’s do Android N, os últimos ajustes no comportamento do sistema com o UI (interface do usuário), e as últimas correções de erros e otimização no sistema com os aplicativos pré-instalados da Google (Gaaps).

Até o momento a prévia do Nougat que está em desenvolvimento está disponível apenas para o Nexus 6, Nexus 5X, Nexus 6P, Nexus 9 e os dispositivos Pixel C.

Caso você tenha o aparelho e está inscrito no programa do Android Beta e tem os aparelhos credenciados para isso, você receberá automaticamente a atualização. Se você não estiver inscrito no programa você pode visitar este link: http://www.android.com/beta e registrar seu aparelho caso ele tenha suporte. Caso você queira, você também pode baixar ela manualmente. Mas faça ao seu risco e ao que você conhece do sistema, pois não somos responsáveis por qualquer erro que você possa ter ao fazer este processo.

“Esta prévia dá aos desenvolvedores as atualizações quase finais do sistema para todos os dispositivos suportados.”A Google colocou isso em seu blog.

Depois da atualização nos aparelhos credenciados da Google, teremos a longa espera aos aparelhos das demais fabricantes.

 

Fonte:Google-Dev Blog Via: Tech Crunch


Google planeja mudar novamente os botões de navegação


Para muitos o botão de navegação na tela do aparelho é a forma mais adequada para usar estes botões, além de ser a forma mais atraente para alguns usuários. Botões no display também significa que existe a possibilidade de alterar eles com root ou sem dependendo da fabricante, ajudando você personalizar ainda mais seu aparelho.

Uma das novidades que a Google veio a trazer no Android 5.0 foram os novos botões de navegação, como podem ver abaixo caso já se esqueceram dele ou usam aparelhos com botões físicos. O que agradou muito o usuário desse novo design foi que ele focava na simplicidade, dando uma aparência bem limpa e indo com o padrão material design que ela estava colocando em sua interface.

get-android-ls-navigation-bar-your-nexus-running-4-0.1280x600

O novo design da barra de navegação dos aparelhos da Google tem previsão de vir na próxima versão do Android, no Android N. Se não vier até a data de lançamento pode vir atualização. O design ainda nem foi apresentado e já temos usuários preocupado com burn-in que este novo design pode trazer. A nova barra de navegação virá mais cheia de uma forma que ocupe o espaço dentro das linhas do atual design, como pode ver abaixo.

13530244_10153488774976568_1416651545_n

O burn-in é causado por uma imagem fixa sobre a tela por um período prolongado de tempo. Quanto mais tempo fica a imagem e quanto mais pixel ele fica sobre a tela, maior é a facilidade de pegar burn-in. E com isso os usuários já estão com receio que este novo design possa causar exatamente isso nos aparelhos.

Tirando o medo do burn-in, parece que botão ao meio do aparelho que será mudado do simples círculo que temos hoje, possa ser usado com alguma outra funcionalidade, como talvez puxando para o lado de uma determinada cor. Ou pode apenas ser para melhor informar o usuário que por este botão pode se acessar o Google Now, caso não queria usar o comando de voz.

 

Via: SlashGear | Fonte: Android Police


O smartphone Android perfeito pode estar próximo de ser feito pela Google


Deixa de lado a Samsung, deixa de lado a Motorola, deixa de lado a LG. Parece que quem quer uma fatia do mercado de Smartphone como linha de frente agora é a Google.

De acordo com a página Telegraph, a Google planeja dar uma diferenciada no mercado de smartphones e planeja lançar seu próprio smartphone. Ficou confuso por causa dos Nexus?
Os Nexus são aparelhos com software limpo da Google, isso é verdade. Mas o que a Google realmente ainda não tem é seu próprio aparelho feito e composto por ela mesma. A Google sempre usa outras fabricantes para produzir seus aparelhos Nexus e mesmo que seja vendido pela Google e tenha até o logo Nexus, a fabricação do aparelho ainda é da fabricante.

Essa discussão de criar ou não aparelhos surgiu após ela comprar a Motorola no período de 2011 à 2014. Mas foi encerrada pelo simples fato de que ela estaria competindo com suas parceiras de sistema. A Google por mais que seja dona do Android, ainda é mais distribuidora de software do que de hardware. Estranho dizer que a Google é a maior plataforma de smartphones do mundo e não produz nenhum aparelho, certo? Pois é, quem produz aparelhos com seu sistema operacional são suas parceiras como Samsung, Lenovo & Motorola, LG, Asus, etc, tornando a Google apenas a empresa que cria o software que será usado de matéria-prima à eles.
Mas a discussão sobre fazer aparelhos parece ter reaparecido na Google. E agora, podemos ter um aparelho com todas as tecnologias desenvolvidas pela Google e suas parceiras?

O grande problema disso é que pode causar atrito entre suas parceiras de trabalho. Empresas próximas à ela, como a Samsung, pode se sentir prejudicada com isso, pois a Google com certeza vai priorizar a experiência de software em seus aparelhos e as demais fabricantes terão um trabalho ainda maior para competir com a Google. Sem contar que as empresas menores como a Asus, HTC, Blackberry, etc, que também usam o sistema operacional da Google podem sentir ainda mais o peso dessa escolha, inclusive podem até chegar a fechar as portas por causa da competição forte que isso iria gerar.

Por fim, e o usuário como fica?  Quem mais sairia no lucro com isso seria o usuário que pode ganhar da Google um aparelho forte, com tecnologias criadas exclusivamente pela Google, tal como as outras fabricantes tem e possivelmente até dentro de um preço mais aceitável em comparação as demais. Incentivará também com que as demais fabricantes melhorem ainda mais seus produtos ou perca para a competição pesada que isso pode trazer.

Via: Tech Insider | FonteTelegraph


Vice-presidente da Google faz várias referências à Nutella em seu Twitter… nova versão Android ou um fã de Nutella?


Quem lembra sabe que a Google fez uma pesquisa pública em maio para saber qual seria o melhor nome para pôr na próxima versão do Android, o N. Mas a todos os lados, até antes de abrir essa pesquisa pública, já flutuava pela internet a ideia do Android Nutella como a versão N. Mas parece que a opinião geral do público já está decidida e o Vice-presidente da Google, Chrome OS e Play Store Hiroshi Lockheimer já dá indícios que a versão N do Android será Nutella.

Lockhiemer anda dando umas dicas bem óbvias em seu Twitter mencionando Nutella. Coisas como colocar nomes italianos em prints do Google, postando fotos de restaurantes mostrando pratos como a propagação da avelã ou simplesmente fazendo piadas toda vez que alguém fala sobre Nutella e as referências “sutis” que ele dá. Um verdadeiro HUE da vida. Aqui alguns exemplos:

Na imagem abaixo, olhe bem na pesquisa que tem ali atrás no Google.
nutella

nutella2

Os tweets dele sobre Nutella aparece até antes de conduzir a pesquisa pública do nome do Android.

 Mas ele também mostra o amor que ele tem pela Nutella antes.

 Então, será que Hiroshi está de HUE com todo mundo e trollando geral com seu amor por Nutella, aí no final não tem nada a ver o nome Nutella com Android? Pode ser, vai que ele é realmente apenas um fã de Nutella e estamos entendendo errado as referências. Se for é uma bela de uma trollagem e ele merece o selo HUEBR, caso contrário estamos já sendo informados por meios de brincadeiras do Lockheimer para já indo se acostumar com o nome. Mesmo que seja talvez apenas uma trollagem ou realmente seja a próxima versão Android do sistema, sabemos que bom gosto ele tem!

Via: The Verge | Fonte: Hiroshi Lockheimer (twitter)


Daydream: O plano da Google para Dominar o espaço VR com Android


Google finalmente decide avançar no espaço de VR, que se formos levar ao ponto da letra ela até agora foi uma das únicas que fez este conceito funcionar com seu Google Cardboard, que já chegou a vender 5 milhões até hoje.

Para demostrar as capacidades de seu google Cardboard e a visão 360, ela nos trouxe o jump e juntou ela com o YouTube para que possamos sentir o que é um vídeo em 360. Por um tempo depois disso, vimos a Google ficar omissa quanto à VR, não se posicionando nem mesmo quando as maiores fabricantes começaram a se ingressar neste mercado. Em um artigo anterior falamos sobre a google entrar no espaço de VR, mas finalmente temos a confirmação disso e irá funcionar com um plano de partes da Google que inclui smartphones, headsets e o novo ecossistema Daydream.

Google's Using An Insane GoPro Rig and YouTube to Bring VR to Everyone

Google go pro Rig

No primeiro passo de smartphones, a google irá incorporar “modo VR” em seu próximo sistema operacional Android N. Assim os usuários terão mais do que apenas um smartphone em modo “vídeo”. Quando aparecer uma notificação o aparelho deve mostrar ela em tela de uma forma que não atrapalhe otimizando o uso no Google Cardboard. Essa otimização também virá ao tempo de resposta do display com que a Google promete de ser 20ms (milissegundos), o que é incrível.

O segundo passo são os VRs próprios da Google que não será exatamente para competir com os existentes, como o Oculus Rift ou o Gear VR, pois sabemos que a google nunca quer exatamente competir com suas parceiras e sim ser referência, como ela faz com os Nexus. No VR não será nada diferente, ela planeja criar um VR de referência para as outras fabricantes. No Google I/O ela mostra o aparelho em uso com um controle. Como ela pretende se diferenciar da forma que os VRs hoje funcionam, incluindo este controle, ainda teremos que ver.

 

O terceiro passo que a Google quer implementar envolve uma versão especial da Google Play para VR, tal como temos Google Play Livros e Google Play Filmes. Com isso você poderá navegar na loja procurando por aplicativos feitos exclusivamente para VR, facilitando com que você não saia olhando app por app sem saber se é ou não otimizado para VR. Para isso, ela até já catalogou alguns parceiros conhecidos como o The New York Times e o Netflix. A Google também criou um launcher especial para VR chamado de Daydream Home.

Daydream deve chegar até junho e o prévia para desenvolvedores está disponível à eles hoje. Aguardamos para ver a evolução que isso irá trazer para o espaço de VRs.

Fonte: Gizmodo


Google irá apresentar seu próprio VR no Google I/O


É sabido que o VR ainda é algo que não tomou o espaço que as fabricantes almeja, tão pouco deu o lucro necessário. A Google muitas vezes não visa lucro financeiro com alguns de seus produtos, visando o lucro através de publicidade. O Google CardBoard mesmo não tendo uma adesão tão grande quanto esperávamos, ainda é uma boa opção para quem quer experimentar um VR, mas parece que a Google quer subir o patamar um pouco e oferecer uma versão melhor do VR que ela vende.

Peter Rojas do Engadget diz que ouviu que a Google com toda certeza irá trazer um VR Android no Google I/O este ano.

O que é uma surpresa pois não tínhamos nenhum comunicado da Google sobre isso, mas olhando pela escala do que foi postada pelo Android Police que acontecerá no Google I/O, temos apresentações sobre VR, o que faz o rumor ganhar ainda mais força.

Outra coisa que o Peter Rojas nos informa é que o aparelho irá funcionar sozinho sem a necessidade de um computador para isso, dando de se entender que ele possivelmente venha até com o sistema operacional Android nele para funcionar adequadamente. O grande porém disso tudo é que conforme o mesmo, o VR Android não será tão poderoso quanto o Oculus Rift nem o Vive.

https://twitter.com/peterrojas/status/730413344050532352?ref_src=twsrc%5Etfw

Fontes do Android Police também seguem a noção de que o VR também tenha acessórios como um controle e que o sistema operacional dele pareça bastante com o dos smartphones da Google.

A nossa dúvida seria se terá mesmo um sistema operacional neste dispositivo e, será que tal produto sairá para desbancar as fabricantes que cobram caro no VR? Não se sabe muito sobre este dispositivo ainda mas saberemos no Google I/O que acontecerá dia 18, até lá ficaremos de olho e reportaremos qualquer novidade que possamos encontrar!

Via: Android Police | Fontes: Twitter, Reddit