O termo parece estranho, mas é algo já usado por algumas lojas aqui no Brasil, como a Trocafone, que vende um aparelho usado com certo desconto ao usuário. Ela pode receber um aparelho completamente destruído, mas ainda funcionando, arrumar ele e vender como semi-novo ao usuário por um preço menor praticado pelo mercado. A Samsung quer aumentar seus lucros fazendo algo parecido.

Uma fonte ligada ao UK Reuters informa que no programa de fidelidade da Samsung, onde o usuário pode trocar de aparelho todo ano, ela irá receber o aparelho anterior do usuário, realizar consertos se necessários e revender o aparelho de forma mais barata ao usuário. Assim ela ainda continua lucrando com um produto que o usuário devolve e o novo comprador pega o produto por um preço bem menor do que é praticado no mercado. A Apple já pratica isso nos Estados Unidos com alguns de seus produtos e ao vender o novo dá 1 ano de garantia caso o aparelho venha a dar algum defeito.

Em um mercado como o Brasil, onde aparelhos eletrônicos em geral são caros, talvez podemos desfrutar desta função aos que não querem pagar o preço ALTO em lançamento. O porém ainda é que a fonte não sabe dizer onde isso irá ser aplicado, tampouco quando será aplicado, mas dá possibilidade do programa iniciar em 2017.

Porta-voz da Samsung apenas disse: “A Samsung não comenta sobre rumores e especulações”, o que é normal da empresa, mas deixa você pensando na possibilidade ou não desse rumor ser verdade.

Via: Cnet | Fonte: UK-Reuters

3 Responses

  1. Luis Gustavo

    Mas para que isso funcione, o valor do aparelho devolvido na troca precisa valer a pena, o site dado como exemplo, trocafone, fui avaliar quanto pagam no meu Note4, míseros 464 reais… nunca que venderia meu aparelho por esse valor…. se a Samsung vier no mesmo modelo, o programa será um fracasso pelo simples fato de que ninguém dará o celular antigo na troca por um novo.

    Responder
    • Lucas Valente

      Vai ser a mesma coisa que comprar carro novo e deixar o antigo na concessionaria.
      Perde dinheiro, perde. Mas não tem a encheção de saco de vender o antigo.
      Vender celular hoje esta absurdamente chato.
      De cada 20, 12 são de trocas, 7 são proposta absurdas e 1 de alguém minimamente interessado.

      Responder
      • Luis Gustavo

        Isso é verdade… tá tenso, só oferecem aparelhos com “um grave na tela, mas não interfere em nada, funciona tudo” …….

Leave a Reply

Your email address will not be published.