A Apple anunciou recentemente os novos iPhones que conta com o iPhone X (modelo comemorativos aos dez anos da linha iPhone), e lançou também o iPhone 8 e 8+.

Os 3 novos modelos tem uma construção diferente do que os antecessores da Apple, ao invés de ser um corpo construído em metal, dessa vez a construção é em vidro. Os aparelhos ficaram bem mais bonitos, e com o aspecto de “premium”. Um dos motivos para essa mudança por parte da Apple é o sistema de carregamento sem fio, que só é possível se o corpo do aparelho em vidro, ou em outro material que não bloqueia os sensores.

Com essa mudança os aparelhos ficaram mais frágeis, Apple garantiu que estes são os vidros mais resistentes já empregados em um smartphone, com uma proteção maior contra quedas. Porem dependendo da altura em que você derrubar o seu aparelho ele vai quebrar.

Segundo o site Apple Insider, mesmo se você assinar o AppleCare+ (uma espécie de garantida estendida da casa) no momento da compra do celular, reparar uma traseira trincada ou quebrada não vai sair nada barato. Além de ter que desembolsar de US$ 129 (R$ 403) a US$ 149 (R$ 465) pelo seguro, o cliente desastrado pode pegar mais que o conserto de uma tela para garantir o reparo da carcaça em vidro.

Uma troca de display dos novos iPhones custa US$ 29 (R$ 90), e uma troca na tampa traseira do aparelho que entra na categoria “outros danos”, fazendo com que o pagamento mais do que triplique, chegando a US$ 99 (R$ 309).

O preço só vale para os dois primeiros acidentes, Isso porque esse preço é “promocional” e só vale para os dois primeiros acidentes do tipo. Se você não adquirir o AppleCare+ ou deixar o seu smartphone cair no chão uma terceira vez com resultados fatais para o vidro traseiro, o valor salta para US$ 349 (R$ 1.090) no iPhone 8 e US$ 399 (R$ 1.247) no iPhone 8 Plus.

Fonte: Tecmundo