Nessa mesma época do ano, em 2016, a Google anunciou o recurso Instant Apps para o sistema operacional Android, que permite ao usuário acessar aplicativos sem a necessidade de baixá-los, ou seja, você pode acessar um link que abre uma parte do app e você o utiliza normalmente sem a necessidade de fazer download do mesmo.

A ferramenta vinha sendo testada e desenvolvida pela Google com o apoio de um número limitado de parceiros desde o começo de 2017, mas agora, segundo divulgou a empresa no Google I/O, o lançamento de um novo SDK vai permitir que qualquer desenvolvedor utilize o recurso de Instant Apps.

Agrada a gregos e troianos

A notícia parece boa tanto para os desenvolvedores quanto para os usuários. Em uma ponta, as (ainda poucas) empresas que fazem uso da ferramenta indicaram um aumento no acesso de seus serviços por meio dos Instant Apps. Na outra, os usuários podem tranquilamente acessar o conteúdo que desejam sem ocupar o espaço de armazenamento de seus smartphones ou ter o trabalho de instalar apps que nunca mais vão precisar usar.

Tudo vai depender da aceitação do público e da adoção do recurso pelas empresas e desenvolvedores

Isso abre um horizonte imenso para a maneira como as funções e recursos são utilizadas em um celular. Hoje, tudo é feito por meio dos aplicativos que você instala no aparelho. Daqui alguns anos, com o desenvolvimento dessa ferramenta e a implantação do próximo Android, pode ser que nunca mais precisemos baixar um app: tudo vai ser acessado por meio dos Instant Apps com a mesma qualidade dos programas completos e o novo SO ainda vai trazer novas funções.

É claro que tudo vai depender da aceitação do público e da adoção do recurso pelas empresas e desenvolvedores e apenas o tempo vai dizer se realmente vamos seguir por esse caminho. Seja como for, a ferramenta se mostra prática para todos e isso é sempre o mais importante para que uma prática se consolide.

Via: Tecmundo