Não é incomum ver usuários Android e IOS quase caindo na porrada por causa de sistemas operacionais. Essas brigas a fim de proteger um sistema operational são normalmente referidos pelos usuários por ser fanboy de terminado sistema operational. Mas uma coisa que a maioria de ambos os usuários do Android e do IOS tem em comum é tirar sarro do sistema operational Windows Phone.

Android-L-vs-iOS-8-vs-Windows-Phone-8.1-which-of-the-three-will-be-the-most-consequential-update

Afinal, qual o real problema da plataforma Windows phone em relação ao IOS e Android? O problema numero 1 sitado pelos usuários é a falta de aplicativos básicos encontrados em outras plataformas. Normalmente isso traduz que aquele aplicativo que você tanto amava no Android e/ou IOS você não irá encontrar no Windows phone. Mas isso vem a própria Microsoft determinando padrões específicos para aplicativos serem adicionados a sua biblioteca e nem é sempre o desinteresse da desenvolvedora.

Outro problema que mais e mais está afetando a plataforma é suas vendas e seu patrimônio no mercado mobile, até o presente momento a plataforma Windows Phone tem menos de 3% de mercado comparado aos 82% do Android e 14% do IOS. E diferente do IOS que mesmo com um numero baixo de mercado tem lucros anuais nas vendas de smartphone High-End (pois não vendem aparelhos de baixo custo) até maior que sua maior competidora no Android a Samsung.

IDC

Fonte: IDC

Para piorar a situação, a Microsoft em sua ultima conferencia também deixou claro que no momento o windows phone não está sobre seu foco de interesse : Terry Myerson Vice presidente da Microsoft fala sobre não ter foco no Windows phone este ano.

 

O fim então é lucro! Não teremos mais uma plataforma morta que não cresce!

Então deve-se pensar que os usuários de Android e IOS vão adorar essa noticia, certo? De fato muitos usuários usará isso para dar outra banda na plataforma toda vez que houver uma discussão. Mas o fim do windows phone não é lucro para nenhuma plataforma grande como o Android e IOS, pois a inovação depende bastante do nível da competitividade. Por mais que a plataforma WP é pequena ela protagonizou muitas coisas que até o IOS e o Android aderiram em seus aparelhos. O  Lumia 820Lumia 920 são exemplos disso por serem os aparelhos que realmente levaram o carregamento sem fio em smartphones adiante e hoje a grande maioria dos smartphones Android high end suporta essa tecnologia. No mesmo ponto temos cameras que por mais que não seja o ponto crucial na compra de um Smartphone, quase toda vez que a empresa lança um smartphone com uma câmera ela é melhor que seus competidores. Empresas como a Samsung que tem como facilidade experimentar o mercado até já lançou sua linha Zoom para tentar entrar no mercado de Camera phone e mesmo assim, não se compara aos aparelhos da Microsoft.

0eeff44

Em resumo, o Windows Phone pode não ser a plataforma mais popular, pode não ser a plataforma com maior diversidade, pode não ser a plataforma mais atraente aos usuários e desenvolvedores. Mas ela é lucro para todos, inclusive aqueles que não gostam da plataforma. Se o IOS e Android monopolizar o mercado de smartphones como é no caso de processadores de computador, se prepare para o mesmo do mesmo com uma pitada de repetição todo ano.

  • Os smartphones da microsoft são os mais baratos e com câmeras melhores, estou pensando em comprar um, é mais leve e muito bom.

  • Bruno Melo

    Essa é uma mancada da Microsoft que eu não entendo. Como eles estão deixando de lado esse sistema que tem grande potencial para concorrer fortemente no mercado? Eu já usei smartphones Android e atualmente uso um Nokia Lumia 730 (um dos ultimos modelos lançados antes de ser comprada pela MS) e conheço pessoas que também usam (530, 720 e 920). Em termos de comparação, a câmera, de fato, dá um show na concorrência (fotos excelentes e possibilidade de controle avançado nos disparos), o sistema é bem estável, intuitivo e fácil de operar. Eu uso o meu Lumia a mais de um ano e nunca tive problemas com desempenho e travamentos (se ele travou mais de 2x durante esse tempo foi muito, nem consigo lembrar). A bateria ainda suporta muito bem a carga. Usando regularmente (whatsapp, ligações e podcasts) atualmente ela ainda chega a durar quase 2 dias sem pedir água. Um outro ponto positivo é referente a leveza que aumenta a sua resistencia a quedas e alguns impactos. Enfim, creio que faltou mais empenho da Microsoft na divulgação e “catequização” da sua platarforma e claro, menos burocracia para o desenvolvimentos de aplicativos para a sua plataforma que eu também concordo, é um dos agravantes que afastam potenciais consumidores.