O que segundo á Motorola era uma tela “indestrutível”, tem seu ponto fraco.

O grande destaque do Moto Z2 Force era sua tela que segundo a Motorola é uma tela que não quebra, em teste á tela se manteve intacta em ate 2 metros de altura. Porem como nem tudo é perfeito, algo que não quebra, não quer dizer que não risque.

Com um relato feito pelo site Android Police, é possível fazer riscos no visor utilizando apenas a unha, e um pouco de pressão, o que torna fácil de ter riscos na tela do aparelho, ao carrega-lo no bolso junto com chaves e outros objetos.

Algo que pode contribuir para que isso aconteça é o fato do visor ser ShatterProff e feito de plástico (e não de vidro como em outros modelos mais recentes), o que torna fácil para apresentar riscos. Outra coisas descoberta  pelo Android Police, é que o aparelho pode fazer alguns barulhos estranhos caso seja pressionado em determinados pontos.

A resposta dada pela Motorola foi:

À prova de quebra não significa à prova de riscos, e riscos podem ser subjetivos. [A] Motorola encoraja o uso de algum protetor de tela para oferecer proteção adicional contra riscos. Ao longo das três gerações do ShatterShield, temos nos esforçado para evoluir o design. Neste ano mudamos para um design 3D que faz dele bem mais competitivo com outros flagships, e nós temos resultados que comprovam que ele é tão duradouro quanto a versão do último ano. Dito isso, iremos continuar a evoluir o design para adicionar melhorias. A unidade que vocês receberam foi uma das primeiras e nós realmente temos uma melhoria sendo desenvolvida que os consumidores vão ver pouco após o lançamento.

Fonte: Tecmundo

X