Estudos preliminares do IDC já falava sobre a possível e inevitável queda dos tablets no mercado. Isso se dá ao simples fato de que smartphones estão ficando maiores e estão sendo mais produtivos e versáteis que tablets. Outro problema dos tablets é que eles estão ficando sem lugar para se encaixar e isso não é falando de “tamanho”. Tablets bons para produtividade normalmente custa mais do que um notebook básico feito para isso e os mais baratos fazem com que o usuário tenha ele apenas como um aparelho de consumo de mídia. Como não houve muito avanço em software de tablets nem muito em hardware, quem tem tablets de anos atrás ainda o mantém por não achar válido vendê-lo só para ter uma resolução melhor ou porque ganhou um novo design, pois o uso geral permanecerá o mesmo.

O curioso e não surpreendente é que os tablets Android ainda é maioria por ser a opção mais acessível, e como sempre o IOS mesmo vendendo menos tem mais lucro. Mesmo assim, isso é montante, pois mesmo a Apple não vendendo mais que todos os Android juntos ela vende mais que qualquer fabricante de aparelhos Android, logo ela ainda domina a venda de tablets em comparação às demais empresas mesmo com os declínios em vendas. Estamos vendo que o declínio e talvez saída dos tablets pode vir a acontecer. Será que os tablets irão virar tecnologia do passado e esquecido?

 

VIA: PocketNow | Fonte: Strategy Analytics