Poucos smartphones são tão aguardados e alvos de rumores quanto o iPhone e Galaxy S do ano. Apesar do Galaxy S8 ainda não ter sido lançado, já temos uma boa ideia de como o smartphone da Samsung será.

Sabemos, por exemplo, que seu leitor de impressão digital será transferido para a traseira, já que o botão home será eliminado para dar mais espaço à tela. Isso, como era de se esperar, não foi muito bem recebido pelos fãs da marca.

Esperava-se que a Samsung pudesse utilizar uma tecnologia de leitura de digitais a partir da própria tela. Porém, parece que não deu tempo.

Por outro lado, as coisas podem ser diferentes com o iPhone 8. De acordo com uma nova patente concedida à Apple, é possível que o próximo iPhone conte com essa tecnologia.

Após comprar a empresa LuxVue, uma pioneira em tecnologia micro-LED, a Apple também adquiriu toda a propriedade intelectual da mesma, incluindo a patente de hoje. Ela detalha uma tecnologia de tela com emissão de luz infravermelha e sensores entrelaçados com os diodos RGB. Isso permite que a tela tenha sensibilidade de altíssima resolução, capaz até de ler impressões digitais.

Caso isso se concretize, será uma área em que o iPhone 8 terá grande vantagem sobre o Galaxy S8. Existem alguns poucos usuários que até gostam do leitor na traseira, mas a grande maioria acha isso muito contra-intuitivo.

Isso chega em uma hora em que a Apple está sob intensas críticas sobre falta de inovação em seus produtos. Porém, devemos lembrar que ter uma patente descrevendo a tecnologia não significa que a Apple é capaz de produzi-la, especialmente em escalas necessárias para um produto tão consumido quanto o iPhone.

Outra tecnologia inédita que o iPhone 8 pode estrear é o carregamento à distância. Até hoje, carregamento wireless só é atingido com o aparelho sobre uma superfície. Com a nova tecnologia, seria possível carregar o smartphone mesmo com ele em seu bolso, por exemplo.

X