Google tem mais problemas relacionados à violação de privacidade

Parece que o Google anda querendo saber demais sobre os usuários, por isso, a empresa pode ter mais problemas relacionados à violação de privacidade.

Infelizmente as notícias sobre a pauta em questão não são boas para o Google, a gigante de Mountain View está sendo processada mais uma vez por cometer violação de privacidade.

Sabemos que tem uma grande polêmica sobre a forma que a empresa em questão explica as condições e termos de privacidade aos usuários, a função Location History por exemplo, é uma delas.

A Location History tem como objetivo manter o registro dos locais visitados ao longo do dia, e no site oficial da empresa a forma como a função estava explicada era enganosa.

O Google afirmava que “com o histórico de localização desativado, os locais que visitar não serão armazenados”, porém isso não acontece, e mesmo com a opção desativada, outras aplicações e serviços continuavam a guardar os registros de localização dos usuários.

Após a repercussão negativa, o Google atualizou a página rapidamente, explicando que “para desabilitar por completo o registro de localização, os usuários precisam realizar alguns passos extras para que as restantes aplicações parem de guardar o registro da localização.”

Mesmo após a empresa atualizar a página, um usuário de São Francisco, EUA, decidiu dar início a um processo jurídico conta o Google, Napoleon Patacsil, afirmou que sem qualquer sombra de dúvidas, a empresa continua a violar as leis de invasão de privacidade do estado da Califórnia.

O processos podem não dar em nada, e se dar por encerrado rapidamente sem causar quaisquer danos, o processo iniciado por Patacsil envolve detalhes que afetam tanto os usuários de Android quanto os de iOS.

Google Maps, Mobile App can be seen on a mobile phone. (Photo by Nasir Kachroo/NurPhoto via Getty Images)

Sendo assim, a empresa pode estar exposta a milhões de processos judiciais nos EUA, podendo ainda se estender aos países europeus.

 

Fonte

Anterior «
Próximo »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X